Semeadura In Vitro de Sementes de Orquídeas - Método Assimbiótico de Cultura de Orquídeas - Meios de Cultura para Cultivo de Semente de Orquídeas.

Produção de orquídeas por sementes
Até o século XIX não era conhecida à forma de como as sementes das orquídeas germinavam na natureza e várias foram às tentativas no passado para simular as condições necessárias para que as sementes germinassem.

Em 1899 a 1909 houve um passo a frente com a descoberta da associação de fungos às raízes, e que as orquídeas dependiam desse fungo para que suas sementes germinassem. Tal descoberta levou alguns pesquisadores a conseguir com algum sucesso a germinação de algumas sementes, mas não era o necessário para se produzir em larga escala mudas pela baixa taxa de germinação entorno de cinco por cento das sementes que germinavam.

Em 1922 Lewis Knudsom conseguiu pela primeira vez produzir uma alta taxa de germinação através de um método assimbiótico (cultura realizada em meio estéreo dentro de fracos de vidro). Este método revolucionou o processo de propagação sexuada das orquídeas e o modelo comercial que dependia única e exclusivamente do extrativismo que devastava o habitat onde eram encontradas levando a risco de extinção de espécies e variedades.


Com o desenvolvimento de técnicas para a multiplicação em grade escala dessas espécies e variedades tornou possível a reintrodução em seus habitats, em uma forma de amenizar os danos causados ao longo do tempo pela forma predatória como foram retiradas da natureza.
Semente de Laelia Pupurata
Obtenção das sementes.

A cápsula contendo as sementes se forma rapidamente a partir da polinização, mas leva alguns meses até o amadurecimento. A colheita se dá quando a cápsula começa a amarelar ou adquirira uma cor amarronzada ou ainda quando estiver para rachar ou ainda rachar.
Desinfecção das sementes:

Misture 9 partes de água destilada e esterilizada para um parte de água sanitária e adicione uma gota de detergente de pia.
Use uma seringa de no mínimo de 10 ml.
Para introduzir as sementes retire o êmbolo.
Adicione 7 ml de solução para esterilização e agite um pouco e deixe descansar por uns 10 a 15 minutos com a agulha voltada para cima. Você perceberá que uma parte das sementes ficará flutuando na solução, essas são sementes mortas.
Agora elimine a solução para esterilização e introduza água esterilizada. Repta o processo durante 3 vezes.
Deixe apenas 4 ml de água esterilizada com as sementes agite e introduza umas poucas gotas dentro do recipiente de vitro com a solução nutritiva. Para este procedimento retire a agulha, pois as agulhas encontradas em farmácias são de calibre fino e as sementes não conseguirão passa pelo orifício da agulha.






Preparação do meio de Knudsom  e de um meio alternativo para semeio e crescimento inicial de mudas de orquídeas.

Formulação:
Produtos                                                                     Knundson       g/l         Alternativo
Nitrato de cálcio                                                             1,00                               1,00
Fosfato monobásico de amônia (MAP)                         -                                   0,50
Fosfato monobásico de potássio                                 0,25                                  -
Sulfato de potássio                                                           -                                   0,25
Sulfato de magnésio                                                      0,25                                0,25
Sulfato de amônio                                                          0,50                                   -
Sulfato ferroso                                                               0,025                              0,025
Sulfato de zinco                                                                 -                                  0,005
Sulfato de manganês                                                    0,0075                           0,0075
Ácido bórico                                                                      -                                  0,005
Açúcar comum                                                                 20,0                               20,0
Ágar                                                                                     9,0                                 9,0
Banana semiverde                                                         100,0                             100,0    
Hidrócido de sódio                                                        0,06                                0,06
Carvão ativado                                                                 3,0                                  3,0

Em um litro de água adicione as substâncias e bata no liquidificador e leve ao fogo em uma panela revestida de cerâmica (panela para fazer papinha de criança) e deixe ferver durante 5. Mexa a solução durante todo o aquecimento até apagar o fogo, para que o ágar não cole no fundo da panela.
Deposite a solução nos frascos de vidro com mais ou menos um dedo e meio de altura do fundo dos frascos de vidro. Leve ao fogo numa panela de pressão durante uns 30 minutos de fervura.
Os frascos devem possuir um orifício por onde serão introduzidas as semento.
No meio de cultura alternativa a germinação e crescimento das mudas se apresentam de forma mais expressiva, sendo o mais indicado.


Se não houver contaminação do meio de cultura em mais ou menos 30 dias decorrido em determinadas espécie já é possível ver as semente germinando, apresentando como pequenos pontos verdes.

Bom cultivo!








Você também gostaria de ler!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts