ORQUÍDEAS DO ESTADO DO RIO DE JANERIO

Microorquídea (Floresta da Tijuca)
sophonitis cernura (Jardim Botânico)
     Podemos encontrar no estado do Rio de Janeiro diversas espécies de orquídeas vegetando. Elas são encontradas, na capital fluminense, região dos lagos, costa azul, na região serrana, onde está situada a Serra dos Órgãos, que e estende por diversos municípios, como Teresópolis, Petrópolis, Magé , Guapimirim.
     Particularmente, na cidade do Rio de janeiro há muitas espécies distribuídas em diferentes ambientes, como nas localidades do Parque Nacional da Tijuca, o Forte do Leme, a Prainha e a Pedra da Gávea. Na Prainha, por exemplo, uma pesquisadora está desenvolvendo sua tese sobre orquídeas e, nesse estudo, já identificou cerca de 30 espécies.
     O Rio de janeiro é uma cidade abençoada por orquídeas, que tem como símbolo a Laelia lobata, espécie que, atualmente, é encontrada exclusivamente na Pedra da Gávea, no entanto, em trechos inacessíveis do lugar.
Oncidium (Teresópolis)
     Já na região serrana, pode-se encontrar 25% de todas as espécies do País, mais exatamente na Serra dos Órgãos. Ali, elas estão mais protegidas do que nas áreas de restinga do literal, já que ficam mais expostas e vulneráveis ao avanço do homem. Hoje a maior parte delas está abrigada no alto das serras.
     Brassavola, Miltonia, Oncidium, Cattleya, Cyrtopodium e Laelia são alguns dos gêneros encontrados em todo o Rio de Janeiro, além das microorquídeas, como as Pleurothallis.
     Quando se fala do estado, as espécies que mais representam são a Sophronitis coccínea e as espécies Cyrtopodium, que apareciam em grande quantidade na Estrada do Sumaré – aliás, o nome Sumaré remete a Cyrtopodium. Trata-se de orquídeas com propriedades medicinais, que não aparecem mais em abundância na região.
Pelexia macroponda (Maricá)
     Em todo o estado fluminense as orquídeas estão desaparecendo com a destruição da natureza, como exemplo, a L. lobata, que está na lista internacional do IBAMA de espécie ameaçada de extinção.
     Apesar do estado do Rio de Janeiro abrigar uma grande variedade de orquídeas o seu habitat vem sofrendo agressões. Nos parques estão mais seguras, já fora deles vai depender da consciência local em preservar.  

     


       









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts