REGAR AS DIVERSAS VARIEDADES DE ORQUÍDEAS SEM EXCESSSO OU CARÊNCIA DE ÁGUA


     Como faço para que todos os vasos de orquídeas recebam a mesma quantidade de água quando rego e não aja nem carência ou excesso de água?
     O primeiro passo é observar a imagem acima para entendermos a mecânica de como podemos irrigar todos os vasos ao mesmo tempo suprindo de água sem excesso e nem escassez.
     A parte de cima do vaso é composta por substrato e é exatamente esta parte que vai determinar quanto tempo o substrato deve permanecer úmido até que seque completamente. Quanto maior a quantidade de substrato, maior é o tempo que leva para secar e vice e versa. Neste caso se você tem uma planta que exija uma quantidade maior de água é só aumentar a quantidade de substrato no vaso.
     É importe dizer que o substrato deve ser do mesmo tipo e tamanho de granulação para todos os vasos. Mas como assim? Se o substrato é de casca de pinos e os vasos foram feitos com granulações diferentes esta regra não se aplica aqui. Vamos entender: se os grânulos são menores o tempo de secagem do substrato aumenta e vise versa.
     Quanto à parte do fundo do vaso, é importante frisar que deve ser preenchida com brita, cacos de tijolo, cacos de telha, cacos de vasos, pedaços de isopor. Estes materiais irão auxiliar na drenagem dos vasos, facilitando o escoamento do excesso de água e na aeração que é fundamental para que as raízes possam respirar. Faço uma observação quanto ao material de drenagem empregado que deve ser novo para evitar que pragas existentes em materiais velhos possam prejudicar as raízes das orquídeas, como é o caso do tatuzinho de jardim que come as raízes. No entanto estes materiais podem ser limpos e esterelizados.

Um comentário:

Popular Posts