Sabugo de milho como substrato para orquídeas.

Sabe aquele sabugo que você joga fora após saborear um milho verde cozido quentinho com aquela manteiga por cima. É com este material que iremos usar como substrato para algumas espécies de orquídeas. 
O sabugo de milho merece nossa atenção, pois é de fácil obtenção e ainda estamos dando uma contribuição para natureza quando reciclamos.
O sabugo possui umas características desejáveis no cultivo de orquídea, pois é rico em nutrientes uma vez que resíduos de grãos de milho é a própria composição orgânica do sabugo  proporciona  um bom desenvolvimento da planta, além de ter boa drenagem da água pela posição como fica no vaso.



O sabugo de milho pelo seu diâmetro e tamanho é mais indicado para o cultivo de micro orquídea como no caso da figura em que vemos uma sophronitis . Vou abrir aqui um parentese sobre a sophronitis está pequena orquídea que não gosta que suas raízes fiquem sufo por substrato e que se desenvolvem muito bem na posição vertical, pois assim evita o acúmulo de água nas raízes o que causaria a apodrecimento.

Vamos tratar o sabugo de milho para nosso cultivo.

- Primeiro peque um sabugo de milho e lave-o bem para retira o excesso de resíduos de grãos, sal e outros.

- Depois o deixe secar por uma semana em um local seco e com boa ventilação.

- Agora dê uma pequena tostada no fogo do fogão, isto melhora a durabilidade e aspectos fitossanitários.

- Introduza um arame no centro base do sabugo de milho para que possa fixá-lo no vaso.

Agora é só fixar sua orquídea no sabugo de milho.

Bom cultivo! Até o próximo artigo.

Você poderá gostar:
Como Fazer Substrato para Orquídeas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts