POLINIZAÇÃO DE ORQUÍDEAS


POLINIZAÇÃO

     Para que suas flores sejam fertilizadas, as orquídeas necessitam de um agente polinizador, geralmente um inseto ou pássaro, responsável pela transferência das políneas para o estigma, processo este denominado de polinização. A estratégia utilizada pelas orquídeas para atração de seus polinizadores é um fenômeno altamente complexo e fascinante. Em casos extremos, a flor da orquídea pode apresentar a forma de fêmeas de besouros ou abelhas, cujos machos, atraídos pela insinuante aparência, tentam "copular" com as flores, efetuando involuntariamente a fertilização.
     Curiosidade
     A mariposa Esfinge de Morgan(Xanthopan), originária de Madagascar, tem uma tromba (probóscides) com cerca de 25 a 28 centímetros de comprimento que a permite coletar alimentos (néctar) de um tipo de orquídea que foi  estudada por Charles Darwin. Em sua obra, “On the Various Contrivances by Which British and Foreign Orchids are Fertilized by Insects”, publicada em 1862, Charles Darwin predisse: “ . . . è surpreendente que qualquer inseto seja capaz de alcançar o néctar . . . Mas em Madagascar deve existir mariposas com probóscides com uma extensão de 25 a 28 centímetros . . . As políneas não poderiam ser coletadas a menos que uma imensa mariposa, com um probóscides maravilhosamente longo tentasse sugar a última gota. Se essa mariposa viesse a se tornar extinta em Madagascar, certamente que o Angraecum também seria extinto . . .”
    
Veja abaixo:
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Popular Posts